Tamponamento de tirantes sem segredos!

Tamponamento de tirantes sem segredos!

Para segurar a tração do solo, os tamponamentos de tirantes são de extrema importância nos empreendimentos com subsolos.

Obras que possuem subsolos necessitam de tirantes, o que acaba provocando vazamentos constantes de água e carregamento de material granular fino. É a partir daí que se faz indispensável o tamponamento de tirantes. A negligência com este tipo de situação, cria a possibilidade de recalque dos terrenos vizinhos.

A garantia de melhores condições durante a execução das fundações está intimamente ligada ao procedimento adequado de tamponamento para segurar a tração do solo nos empreendimentos com subsolos.

Como deve ser feito?

Os tirantes devem ser tamponados individualmente, logo após a sua protensão, de acordo com a escavação de cada linha.

É imprescindível apontar a importância da injeção de nata de cimento para preenchimento dos vazios, logo após a cabeça dos tirantes, no tardoz da contenção.

Em seguida, após concluir a escavação da obra e atingir o nível do último subsolo, executa-se a fundação da edificação e as lajes dos subsolos que, usualmente, são engastadas na contenção para travá-la até o nível do térreo.

Logo depois, recomenda-se entrar em contato com o engenheiro consultor de solos para informá-lo sobre esta etapa da obra, visando obter a autorização para desprotensão dos tirantes provisórios.

Os tirantes desprotendidos, por sua vez, devem ter suas cordoalhas cortadas, no mínimo, 10cm para dentro da face interna da contenção, garantindo que não ocorra a percolação de pequenas gotas de água por capilaridade.

O que é mais indicado para a execução?

Em primeiro lugar, o recomendado é que se realize o tamponamento de tirantes dos andares superiores em direção aos inferiores, acompanhando o empuxo da água.

Em caso de contenção em parede diafragma, as juntas entre lamelas nos trechos abaixo do lençol freático também devem passar por tratamento. Já nas contenções em perfil metálico, o indicado é que se realize o tratamento de contenção entre perfis.

No pós-obra, o tamponamento de tirantes promove a melhoria das condições térmicas, olfativas e visuais, bem como maior qualidade de vivência e segurança nos subsolos.

A Vibes tem expertise no tamponamento de tirantes e impermeabilização de subsolos, com equipe técnica capacitada e respeitando todas as normas técnicas exigidas. Converse conosco para garantir uma execução segura, eficiente e dentro do cronograma da obra.

Entenda tudo sobre perfuração em concreto

Entenda tudo sobre perfuração em concreto

Perfurações não planejadas ou não analisadas podem ser determinantes quando o assunto é abalo estrutural.

Em geral, as obras no setor da construção civil, sejam elas desde pequenas reformas até grandes construções, possuem a necessidade dos serviços de perfuração em concreto armado. Esse é um serviço com uma demanda em crescimento na área.

Em obras do setor privado (residências, comércio e indústrias) ou no setor público (infraestrutura, obras viárias, entre outras) a execução de perfuração em concreto armado é uma necessidade. Alguns exemplos são situações de aberturas para passagens de tubulações de hidráulica, elétrica e ar-condicionado, extração de corpo de prova para análises etc.

Além disso, esta atividade não gera impactos que possam comprometer a estrutura anterior, se caracterizando como uma ferramenta imprescindível para engenheiros no momento de projetar e executar reformas civis que possam envolver a perfuração em concreto armado.

É importante que se planeje uma série de tarefas essenciais antes da execução da obra. Primeiramente, estabeleça a quantidade de furos necessários, bem como seus diâmetros e profundidades. Depois, demarque o local do furo em concreto corretamente para garantir que não seja realizado em local inadequado.

Metodologia da perfuração em concreto

A metodologia de furo em concreto consiste na associação de brocas diamantadas às perfuratrizes para execução da perfuração. Estes equipamentos ainda garantem que materiais, mesmo de alta resistência, sejam perfurados.. Em outras palavras, tanto o substrato quanto as ferragens serão ultrapassados, no caso do concreto armado.

As brocas, a priori, possuem diâmetro pré-definido, sendo fabricadas de acordo com o tipo de furo em concreto realizado. Entretanto, apesar dos tamanhos fixados, aberturas maiores também podem ser efetuadas por meio de uma técnica chamada Costurado de Furos. Ela consiste na realização de uma sequência de perfurações feitas lado a lado, produzindo grandes aberturas de vãos em concreto.

Mão-de-obra

É possível identificar rapidamente que os furos realizados em uma obra podem representar grandes impactos. Por isso, faz-se necessário contar com apoio de profissionais especializados, pois caso contrário, os riscos podem invalidar todo o trabalho executado anteriormente.

Perfurações não planejadas ou não analisadas podem ser determinantes quando o assunto é abalo estrutural. Trata-se de um procedimento cuja pressão é intensa e, dessa forma, pode-se concluir que todo cuidado é pouco durante a execução.

Aqui na Vibes, temos equipe técnica capacitada para a perfuração em concreto, além de expertise em impermeabilização, tratamento de contenções e obras em subsolos, sempre seguindo as normas de segurança exigidas. Conte conosco!

Vantagens do revestimento em poliuretano

Vantagens do revestimento em poliuretano

Eficiente aplicação para áreas industriais e similares

Para que um empreendimento residencial, comercial ou industrial ofereça segurança e longevidade na estrutura, dispensando manutenções corretivas desnecessárias e custosas, a escolha do material mais adequado e sua correta aplicação estão entre as prioridades no planeamento e na execução de uma obra. Para tratar, especificamente, de revestimento para áreas sujeitas à abrasão e à agressividade química, vamos falar sobre as vantagens do revestimento em poliuretano.

O revestimento argamassado de poliuretano é isento de solvente e tem excelente aplicabilidade. Antes, porém, o substrato é preparado mecanicamente para que o processo de aplicação inicie com condições ideais e sem contaminação.

IMPORTANTE: O substrato deverá estar sempre seco e limpo na sua integridade e, além disso, a equipe responsável pela execução e aplicação do revestimento deve seguir categoricamente as instruções de uso do fabricante, como a proporção correta da mistura de base e endurecedor para aproveitar todas as vantagens do revestimento em poliuretano.

Que áreas podem receber os benefícios do revestimento em poliuretano?

As principais áreas para a aplicação deste tipo de revestimento são:

Estruturas portuárias ou industriais, de concreto ou metálicas, sujeitas à agressividade química;
Estações de tratamento de água e esgoto;
Chaminés de resfriamento e diques de contenção;
Áreas industriais e outras similares.

É importante saber, enfim, que as condições climáticas, de temperatura e as características específicas do local são determinantes para o cálculo dos tempos de aplicação, secagem do revestimento e liberação da área. Estes detalhes, entretanto, não desabonam as inúmeras vantagens do poliuretano.

Quais os benefícios?

  1. Eficiente aplicação para áreas industriais e similares;
  2. Resistência química e mecânica para proteção de substratos minerais e outros agentes químicos (pH 1 ao 14);
  3. Durabilidade;
  4. Isento de solventes;
  5. Apresenta flexibilidade para estruturas com um elevado grau de fissuração estática;
  6. Pode ser utilizado para exercer função autonivelante ou pintura.

Aqui na Vibes, temos equipe capacitada para a aplicação de revestimento em poliuretano e garantimos, portanto, a execução correta do produto para benefício completo do empreendimento.

Nova técnica em impermeabilização de engaste

Nova técnica em impermeabilização de engaste

Somos os pioneiros!

Muitos edifícios, atualmente, sofrem com problemas de vazamento nos subsolos. Quem nunca viu aquela trinca que se forma na laje por onde caem gotas d’água e mancham os veículos estacionados?

Essa água é proveniente do lençol freático e sempre encontra o ponto mais frágil para infiltrar: o engaste entre a laje e a contenção.

Esse problema vinha sendo tratado sempre de forma corretiva. No entanto, na fase de obra já é possível tratá-lo de maneira preventiva desde a etapa de construção dos subsolos do edifício.

Para isso, é importante que nossa equipe seja acionada desde a etapa de projetos a fim de estudar e indicar o que deve ser impermeabilizado previamente.

Neste caso, assim que as fôrmas forem montadas, nossa equipe entra em ação para tratar as juntas entre lamelas no trecho da laje (20 a 40cm), perfurar e instalar os arranques com chumbador químico hidrofugante e cristalizar toda a área de engaste da laje na contenção.

Obras com subsolos: Por que é indispensável executar o tamponamento de tirantes?

Obras com subsolos: Por que é indispensável executar o tamponamento de tirantes?

Obras com subsolos necessitam de contenção e contenções precisam de tirantes. Nestes casos, recomenda-se o tamponamento prévio dos tirantes devido ao vazamento constante de água e carreamento de material granular fino (solo), uma vez que este tipo de situação, se negligenciada, cria a possibilidade de recalque dos terrenos vizinhos. Os tirantes devem ser tamponados individualmente, logo após a sua protensão, de acordo com a escavação de cada linha. É fundamental salientar a importância da injeção de nata de cimento para preenchimento dos vazios no solo logo após a cabeça dos tirantes, no tardoz da contenção.

Após concluir a escavação da obra e atingir o nível do último subsolo, executa-se a fundação da edificação e as lajes dos subsolos que, usualmente, são engastadas na contenção para travá-la até o nível do térreo. Neste momento, recomenda-se entrar em contato com o engenheiro consultor de solos para informá-lo sobre esta etapa da obra visando obter a autorização para desprotensão dos tirantes provisórios. Ainda recomendamos a impermeabilização dos engastes para evitar as famosas trincas que aparecem na laje, danificando os veículos estacionados, assunto que abordaremos num outro momento.

Os tirantes por sua vez desprotendidos, devem ter suas cordoalhas cortadas no mínimo 10cm para dentro da face interna da contenção, garantindo que não ocorra a percolação de pequenas gotas de água por capilaridade. Em seguida, executa-se o tamponamento definitivo dos tirantes repetindo o processo de injeção com nata de cimento e acabamento com produtos cristalizantes e/ou impermeabilizantes. É recomendável que o tamponamento seja realizado dos andares superiores em direção aos inferiores, acompanhando o empuxo da água.

Em caso de contenção em parede diafragma, o indicado é que sejam tratadas as juntas entre lamelas nos trechos abaixo do lençol freático e no caso das contenções em perfil metálico, que seja realizado o tratamento de contenção entre perfis, garantindo assim melhores condições térmicas, olfativas e visuais de modo a proporcionar maior qualidade de vivência e segurança nos subsolos da edificação.

×